A tecnologia e as relações amorosas dentro das APP’s | Gerson Ingrês

by gersoningres
3 meses ago
119 Views

Dando uma opinião pessoal sobre as aplicações de engates; para mim o resultado é sempre o mesmo: BOSTA!

Não é que no passado não tenha socorrido a esse tipo de sites / aplicações. Na verdade procurei-as, até 2014, sempre que estava em posição solitária. Não medindo, sendo verdadeiro, o meu maior relacionamento começou nesse tipo de sites. Num site de engate que me ofereceu alguém com quem partilhei a vida durante sete anos.

No entanto, também tenho a entender que esses eram outros tempos… de 2006 para 2018 vai uma década e dois anos. Hoje em dia, pelo que vejo, esse tipo de sites está um QB agressivo em conteúdo.

Quem é que já não teve perfil num desses site? Alguém teve perfil no Badoo? A dinâmica é toda a mesma, todas as aplicações funcionam da mesma forma.

Eu cheguei a ter perfile num desses sites. Admito que a piada de ver fotos de pessoas que estão perto de nós, dando a nossa opinião em dois botões: Gostar vs Não gostar. Tudo isso acaba por ser um jogo viciante. Porém, nada disso passa de um jogo!

Para quem quer encontrar a pessoa ideal, para quem quer ter algo profundo com alguém precisa de ser muito exigente. A fasquia não pode estar apenas alta para ela mesma, mas sim para a outra que virá a conhecer. A pessoa deve perceber qual é o objectivo em se inscrever num site desse tipo, qual é o objectivo da determinada publicação e a que tipo de publico quer chegar.

O que se encontra mais facilmente nesse tipo de sites é: a procura é sexo rápido e sem compromisso. E isso, é tudo aquilo que a maioria quer encontrar.

Etiquetas:,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.