“Arrow” o tal e coiso que agora é verde

“Arrow” o tal e coiso que agora é verde

Agora verde, ele despe-se de preconceitos e põe a mascara de super bonzinho.

Eu já ando pela temporada 4 e a minha opinião mantém-se em relação a tudo o resto. Para além de idiota, a história tem imensas lacunas. Está claro que é uma boa serie para se ver enquanto viajamos nos transportes públicos.

Em relação ao actor / produtor e escritor(?!) : Stephen Amell de temporada para temporada, é notório uma pequena evolução teatral. A representação começa a ser um pouco melhor, mas nada ao nível profissional. Mesmo sendo ele bonito, o actor ainda não consegue expressar bem a sua luta interior que o personagem acarreta.

Em relação à minha avaliação: ela baixa um ponto, encontrando-se assim nos 5.

Uma grande lacuna (spoiler alert) é vermos que a Sara Lance, que tem praticamente a mesma idade do Oliver Queen nasceu no final dos anos oitenta (isso está latente na sua lápide) e assim às três pancadas o Oliver tem um filho de 10 anos. Pelas contas, se ele tivesse nascido em 87 talvez teria concebido a cria com os seus 13 anos. Esta é uma de tantas lacunas que a série apresenta, mas não podemos pedir muito perante a qualidade da CW.

** Post referente à quarta season da série

Previous post
Aquilo que me deixa triste no local de trabalho
Next post
Acusamos sempre o que somos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

*

Back
SHARE

“Arrow” o tal e coiso que agora é verde