O IMI das coisas e as férias deles | Gerson Ingrês

by gersoningres
2 anos ago
119 Views

A divida publica tem tendência para subir, mas o Ministro da Economia do governo do Chamuças (António Costa) desvaloriza essa subida. O défice está a cima do PIB e tudo vai bem, quando o barco tem vários furos.

Entrámos a época balnear e o governo tem que buscar rendimento a algum lado, por outro lado a Europa decidiu amavelmente não sancionar Portugal.

Uns dizem que Portugal está no bom caminho. Eu vou assistindo à novela que vai passando nos jornais deste país.

O IMI tem novas tabelas, o governo superou Deus e irá cobrar até ao Sol. Muitos dizem que esta alteração terá custos para a classe média, no fundo os pobres não tem casa próprias… ou têm?

Caricato, foi o facto, de tudo ter cido lançado à boca das férias dos governantes… hoje, em relação ao IMI, sabemos que:

  • Partidos políticos não pagam;
  • Igrejas não pagam;
  • As IPSS não pagam;
  • Os sindicatos não pagam;
  • As associações patronais não pagam;
  • Os estádios de futebol não pagam;
  • As misericórdias não pagam;
  • As fundações não pagam…

Em relação aos partidos Políticos o PCP lidera a tabela: PCP 12,3 milhões; PS com 7,2 milhões; PSD 5,9 milhões; BE 1,4 milhões e o CDS 574 mil euros.

Etiquetas:, , , , , ,

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.