O poder da atracção que as emoções têm…

Passamos por inúmeras etapas. Entre encara-las da melhor forma ou passar por cima – quanto a mim, é sempre positivo ultrapassar as situações. Perante a Kabbalah, tudo o que nos acontece, acontece para a nossa aprendizagem, porque o nosso ser interior necessita passar por determinada situação. No conjunto global de todas as situações, chegamos à nossa melhor versão (…até o melhor é subjectivo). 

“Tudo o que acontece, todos os acontecimentos bons e maus e todos os amigos e vilões que vemos perante nós são Seus mensageiros.”

Esta frase vem no contexto de um outro texto: “nenhum outro há senão Ele“. No fundo, tudo o que nos acontece na vida tem um propósito. Eu acredito que grande parte das coisas surgem diante de nós porque precisamos de passar por elas.

Quando se diz que: «na vida, a base de todas as situações versus atribulações, servem para nos ajudar a ser a pessoa que seremos». Eu acredito que, aquilo que bate à porta é necessário para o crescimento da pessoa (chamemos de jornada neste mundo). Aprender com as situações é traduzível com; cair para levantar e ficar mais forte.


… tudo aquilo que pensamos, que falamos, ou que fazemos, deixa uma marca no Universo. E que o Universo alterado se “comunica” connosco na nova “linguagem” que já inclui a nossa contribuição.

Um dia li, num livro, que a paz virá do homem. É verdade, se há guerra, a paz tem que provir do homem. Nem todo o homem é mau, e quando o é, é porque é levado a ser. Vamos praticar o bem (isto devia de ser um dever intrinseque da pessoa), para deixar boas marcas no mundo. Buscar, e procurar, aquilo que o nosso interior nos pede. No fundo o objectivo é atrair energias positivas, pois as palavras tem grande poder e influencia. Ser-se negativo verbalmente tem tanto poder como agir negativamente.

... em tudo existe um equilíbrio e essa balança é importante para a natureza saudável do planeta.