Reacções pós o movimento do sim ao Brexit | Gerson Ingrês

by gersoningres
2 anos ago
88 Views

Dia 24, quando acordei e vi as primeiras notícias… eu não queria acreditar no que estava a ver.

Apesar de todos nós sabermos o porquê do Brexit ter seguido em vitoria, perto de 52%… a esquerda portuguesa teima em não querer saber e dar outras ilações à conquista do Brexit.

De uma forma sucinta o Brexit defendia; menos imigração. Eles diziam que tinham muitos árabes a viver no Reino. Esta coisa de portas abertas a tudo o que é Sírio e europeu, já começava a enjoar. Este era o factor principal. O factor não foi o facto de estar farto das politicas europeias, ou farto da pressão que Bruxelas está a fazer aos caloteiros do sul do continente.

No entanto, Nigel Farage chegou a falar sobre portugal, numa pequena abordagem, visto Inglaterra e Portugal serem “amigos” de longa data.

Para seu bem, quanto mais cedo Portugal sair do euro, melhor” – disse Nigel Farage. Neste caso estaríamos a falar de um mercado mais desregulado, mais competitivo com outros países e um pouco mais liberal… talvez…

Continuando na argumentação de Nigel Farage: “É triste, é lamentável, o que aconteceu a Portugal e ao povo português. Vocês foram inscritos numa zona monetária para a qual nunca tiveram condições de entrar.

  • Concordo com ele, Portugal não tinha capacidades para entrar na EU. É um país muito pobre. Competir com gigantes unidos foi algo que nos levou a este estado de dependência total.

Creio que venha no futuro aí uma onda de mudança. O norte da Europa está farto, tanto de abertura de portas como de estar sempre a emprestar dinheiro aos pobrezinhos que não se querem reestruturar. As contas publicas de Portugal estão mal e mesmo assim pensamos em gastar mais dinheiro.

Etiquetas:, , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.