O vicio do outsourcing em Portugal | Gerson Ingrês

by gersoningres
1 ano ago
48 Views

outsourcing é como heroína para as empresas agarradas.

Cá, neste país a situação  é contratar somente por outsorcing. Está claro que o patrão português é óptimo para pisar os outros, no entanto o estado (igual ao patrão) não tende em cultivar outro tipo de filosofias.

Há pessoas que durante toda a vida só trabalham por outsorsing. A perspectiva é completamente nula onde geralmente ganham uma miséria de ordenado e trabalham mais que o director de primeira linha.

No caso do patrão ele não tem qualquer encargo com o trabalhador e, nem o trabalhador se apega à empresa, nem a empresa ao funcionário. Esta é uma filosofia patética e idiota. A valorização do trabalho/trabalhador é ZERO e o encargo do patrão com ele é nulo.

Num dia o funcionário está ao serviço e no outro já está a ser posto na rua sem qualquer razão.

Este é o portugal, país onde os contratos ou são a recibos verdes ou a outsorsing. Estamos a criar um país sem perspectivas, por isso é que vale mais ir para o estrangeiro, pois lá o trabalho pode ser duro, mas existe uma pequena valorização.

Etiquetas:,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.