Dark Light

Este ano foi a primeira vez que decidi festejar o Chanuka.

Logo no dia um, no dia em que acendi a primeira vela, filo assim que cheguei a casa; coloquei a Kipa na cabeça e previamente escrevi numa folha as orações que devia de fazer. À partida sabia que elas tinha que ser ditas de forma cantada, mas não me senti com coragem para iniciar dessa forma.

Acabou por ser engraçado, nesta primeira vez, como ainda não acendo vela do Shabat, acabei por me focar, ainda, somente na festa do Chanuka. O Nelson estava comigo, e então iria ler as orações com ele por perto. Não lhe pedi para por a kipa, pois não fazia sentido.

Ainda compramos uns dónutes e uns doces, não é a mesma coisa, pois eles não são sufganiot ..., mas ficou o simbolismo e a força de vontade que é o mais importante!

Já no segundo dia, experimentamos fazer as Latkes, pensei que fosse complicado, mas até não. Acabou por ser muito simples e bastante saboroso. Depois, como correu bem, ainda contei à minha irmã e entre fazer cá em casa ou fazer na casa dela foi um salto.

Ao terceiro dia, acabei por celebrar na casa da mana, com os meus sobrinhos a ver. É giro fazer esse tipo de convívio pois dessa forma mostramos um pouco do Chanuka a quem não conhece. Acabei por contar a síntese da história e ainda fizemos as Laktes que o meu afilhado gostou.


A quarta vela foi acesa na presença da mãe, que fez questão em gravar, mas até agora ainda não me enviou o vídeo (eu também não lhe pedi, pois tenho um pouco vergonha). No Quinta dia, como estava sozinho tentei fazer a cantar, mas não correu lá muito bem.

Contei ao Nelson que o preceito devia de ter sido feito a cantar, isto depois de já ter acesso a sexta vela. Só na oitava é que que acendemos conforme o preceito: a cantar.

O Nelson ainda disse que eu lia melhor a cantar que a ler normalmente. Positivo, este balanço de Chanuka. Para o ano espero que consiga mostrar a mais gente e que também consiga fazer as Sufganiot, pois foi aquilo que mais faltou na festividade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

Mezuzot

Em hebraico Mezuzá (מזוזה), significa umbral. A Torá ordenou que fosse afixado na ombreia das portas um pequeno…