Dark Light

Há que agradecer, em primeiro lugar, a todos os que me deram os parabéns no meu dia de anos.

Dia 10 de Junho, ontem ou à coisa de 60 minutos, foi o meu dia de anos. Completei 28 anos de vida e estou quase nas três décadas… devo dizer que estou a ficar velho! Durante estas duas décadas e quase a virar para três, sinto que já aprendi bastante. Talvez não da melhor maneira possível, porém foi um ensinamento.

Sou daquelas tipos que acredita nada acontecer por acaso. Todo o que acontece, nas nossas vidas, tem um objectivo e um intuito. Geralmente os problemas acontecem porque temos que saber ultrapassar e as pessoas nos surgem diante dos olhos porque o nosso interior procura e precisa ter.


Nestes 28 anos, perdi amizades, ganhei outras (poucas, mas foram algumas). Cresci como ser humano e instruí-me um pouco mais no meu auto-conhecimento e na sabedoria da Kabbalah. Em relação às pessoas que perdi, não foi uma perca efectiva, simplesmente uma agreste desvinculação, onde ambas as vidas caminharam em sentidos opostos. Outras, em particular, um acumular de situações que me levaram a um basta e a um afastamento. Tenho pena que as coisas aconteçam dessa forma, mas nem sempre tudo acontece como queremos (caso contrários seriamos uns meninos mimados pela vida).

Não! não quero parar por aqui, quero crescer ainda mais e quero ter ao meu lado pessoas que realmente interessam e se importem comigo.

Quero crescer em vários níveis; espiritualmente, intelectualmente, quero evoluir na minha escrita e quero poder seguir com projectos que me dêem fruto. Espero ter as pessoas certas do meu lado, mas se tiver pessoas erradas essas também são bem vindas (pois é com elas que nos tornamos mais fortes).

Agora em relação ao futuro, só espero que o auto-conhecimento me ajude a trazer para a minha vida coisas boas, a todos os níveis…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts