Dark Light

Mais um ano, com ele o ambiente fechado em casa persiste não querendo dar tréguas… claro que agora parece estar a horizonte um movimento de mudança, mas mesmo assim, ao que parece, só hoje ouve um pequeno / grande aumento do número de casos do Covid-19.

Além da pandemia; concluí os 32 de forma positiva, está claro que queria ter saído mais, passeado e viajado também, mas com o panorama não se pode pedir muito.

A nível de escrita, os 32 foram um ano bastante positivo, onde reformulei bastantes coisas e os 33 parece-me que serão uma espécie de continuação. Guardo o momento positivo de ter “lançado” na Amazon o “Ordinário.. à grande e à francesa!” (com a minha foto na capa). Sublinho a ajuda espetacular que tive do meu Nelson, sem ele a coisa não tinha desenrolado da melhor forma.

Já no âmbito profissional, mesmo estando efetivo na empresa, sinto que trabalho para uma companhia que me consome bastante e isso acaba por não trazer um fator positivo em toda a sua plenitude.

Em mote:

Olho para o agora, para um futuro a dois, onde espero que daqui a pouco tempo possa evoluir para outro patamar. Pode não ser nestes 33, mas creio que está próximo esse momento. Que os 33 me tragam a conclusão de varias metas, uma delas a conclusão do “Salto para o abismo: nevoeiro“.

Venham de lá os 33, pois eu estou ponto para os viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts