5º Tu Bishvat; festejo alargado aos amigos

O ano novo das árvores calha dia 15 do mês judaico de Shvat.

Em casa, esta foi a quarta vez que festejei o Tu Bishvat (ano novos das árvores). Este ano, o dia calhou a dez de Fevereiro. Perante a data, ela acaba por ser uma festa simbólica onde se celebra a árvore comendo o seu fruto para lhe dar uma bênção prospera de uma futura boa colheita.

Este ano, o seder de Tu Bishvat (ט״ו בשבט) foi passado em família e amigos. Fizemos um jantar em casa da minha irmã, como no meu primeiro aqui descrevi em tempos, porém, desta vez alargou-se o convite a pessoas que desconheciam a existência do dia (ainda bem que assim foi feito).

Até o meu sobrinho de 8 anos quis por a Kipah na cabeça.

Aprendizagem:

Abrir o festejo a outros é dar a conhecer o que desconhecem um pouco da cultura Judaica, e ao mesmo tempo mostrar um D-us que talvez desconheçam, onde Ele é um todo e nós o conjunto da criação. Na leitura da Hagadah ainda expliquei um pouco dos vários movimentos judaicos e cabalísticos. Com isso percebi facilmente que tenho muito a aprender, e o meu caminho ainda é prematuro. Quero continuar a aprender mais e para isso, essa determinação só pode partir de mim!

No ano passado passei o festejo sozinho, este ano em conjunto… como será para o próximo?