Dark Light

Estava bastante nervoso… fui ter contigo, no sentido de te levar a um sítio que estive no passado – o objectivo não era lembrar-me do tempo que passei com x e y, mas sim tentar perceber o que sentia… está claro que esse passeio seria um teste para mim!

Queria ter mesmo a certeza que estava a embarcar em algo sério contigo e que ia nesta de pés juntos (com um coração renovado e pronto para subir o degrau). Fui-te buscar a casa e seguimos para Sintra. Eu mais ou menos lembrava-me do caminho, pois houve sítios específicos onde parei (um deles foi a fonte de água que falei no dia do passeio).

Ao chegarmos à vila de Sintra, seguimos caminho em direcção para o Santuário da Peninha… tu não sabias onde íamos, mas eu já tinha tudo programado. O caminho era longo e cheio de curvas / contra-curvas. Ao estacionar, a zona do parque estava cheia de carros. O lugar continuava o mesmo, era como se o tempo não tivesse passado por ali.

Com tanta a afluência de gente à nossa volta, antevi que nada daquilo seria romântico. Quando estamos rodeados por uma multidão é normal que a pressão seja diferente.

Em relação ao que senti, foi espantosamente aquilo que desejava: não senti nada do passado e o meu focos estava somente em ti!

Estava muito vento, no Santuário da Peninha, mas a vista para Cascais e para o Cabo da Roca é sempre linda. Eu ainda tirei algumas fotos, não tantas como queria ter tirado. Depois do Santuário, eu fiz praticamente quase o mesmo percurso que em atrasado, mas com uma diferença; quando chegámos a Cascais permanecemos pela Vila.

O que é interessante relembrar, já em casa e ainda a sonhar com a nossa saída, foi a frase que me disseste. Nós, a caminho, estávamos a falar sobre o facto de estarmos juntos e tu disseste algo do género: «vais ter todo o tempo para estar comigo.». Claro que isto causou em mim um tinir e um eco gigantesco. Fiquei com o coração cheio.

Em Cascais fomos ao Santini, e passeamos pela marina, à que dizer: de mão dada! –  Vá no fundo aquele toque subtil de mãos que nós trocamos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts