… aquilo que politicamente me dá receio

  • Posso afirmar que tenho receio no MUITO estado

Agora agarrando nesta ideia, desmembrando-a eu tenho que acrescentar que: “o estado como condicionador da minha liberdade individual e colectiva“. Neste ponto eu  entro nos extremismos políticos: Fascismo e comunismo.

Nos últimos dias, tenho visto um #VideoBlog (de nome Ideias Radicais, está na moda pelo Youtube) de um rapaz que, do nada, começou a ter muitos seguidores. Numa semana tinha 60 Mil e neste momento já vai com 95 mil.


O que isso tem haver com politica?

Tudo! Estou a falar de alguém que fala muito bem sobre a Anarquismo (isto assusta-me bastante).

  • Ausência de estado e a lei do mais forte (algo que não estou habituado a pensar… ausência de regulador)

O rapaz do Ideias Radicas, fala no anarcocapitalismo. O tipo fala tão bem, que até consegue suscitar desejo em seguir as ideias do anarcocapitalismo. Este, prega a ausência de estado, num mundo globalizante gerido por monopólios e empresas.

Anarcocapitalismo, por vezes designado por libertarismo anarquista, ou anarquismo de propriedade privada ou ainda anarquismo de livre mercado…


Só de pensar nisto, na ideia de ausência de regulador, é arrepiante e a questão é que começa a ter muitos adeptos.

Ver-me gerido por empresas, deixa-me com certo receio. No passado, tive uma experiência marcante com uma empresa que conseguiu limitar a minha liberdade pessoal e conseguiu criar pressão psicológica  na minha vida. Como aquela empresa, onde eu trabalhei, há muitas. A minha sorte estava nas leis, que fazem com que empresas sem escrúpulos não possam ir mais além.