Search Menu

Deixar-me levar, coração, mente, reconstrução, valorização pessoal

Quero por os pontos nos i’s, apenas isso…

As pessoas passam por nós com um propósito

Dark Light

Já há algum tempo que não escrevo aqui! Peço desculpa por essa falha. Tenho andado a mil nas horas, mas mesmo assim, sei que estou-me a desculpar quando nem sequer devia de o fazer. 

Vou só esboçar algo que me tem acontecido: para variar ontem os meus fofinhos, os papis, gritaram um com o outro. Até aqui tudo bem, mas gritar às 2, 3, 4 da manhã já é um abuso! Estava a dormir todo feliz com um sorriso nos lábios, devido a um passarinho que me conquistou, quando a mãe no seu histerismo começa a dizer ao senhor meu pai para se afastar. O Gerson acabou por despertar do sono, mas isso não aconteceu apenas uma vez! Ao total foram umas 3 ou 4 vezes, como dizem os clientes: “Não consigo precisar!“.

De manhã acordei por volta das sete, ia ter com o tal… “O conquistador“.

Ainda me sinto muito cansado e cheio de sono. Não tenho dormido muito, nestes últimos dias. O facto da noite anterior não ajudou nada para poder descansar. Deixou-me de mau humor. O problema, ou não, é que essa pessoa consegue-me “abrir” de uma forma que até hoje mais ninguém conseguiu. Creepy – diria eu, de forma sarcástica.

Em suma: Tenho que me valorizar. Já ando a colecionar muito esta palavra, que é dita pela boca de outras pessoas que não a minha. A questão é que não sei por onde começar. Preciso, também, de voltar a acreditar em mim. (Prevejo algum trabalho)

Por enquanto sei que tenho que dar um passo de cada vez. Quero fazê-lo calmamente. Quero apreciar tudo o que sinto e deixar-me levar pelo coração, já que pela mente por si só já me mente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts