Primeiro Tu Bishvat, seder com fruta

O Tu Bishvat aparece no Talmud com o nome de “Ano Novo das Árvores“. Esta festa simboliza o fim de um ano agrícola e o início de um novo ano. A principio o Tu Bishvat tinha um carácter de grande importância económica: o calculo da produção agrícola era feito até esse dia e decorrente desse valor calculava-se o dízimo a ser dado as sacerdotes, escribas, pobres e necessitados. 


O Ano Novo das árvores é feito no dia 15 (טו) do mês de Shvat.
* * *
Geralmente calha no mês de Fevereiro.


Este ano calou na passada sexta-feira dia 10 de Fevereiro. Como eu costumo festejar o Tu Bishvat, neste ano acabei por envolver as pessoas mais próximas de mim. Foi celebrado em casa da minha irmã em Mafra. É muito engraçado fazer um jantar só com fruta e vinho, principalmente quando se dá a conhecer os preceitos e culturas que outras pessoas não estão habituadas. O convívio é bestial e a leitura da Hadagah com as suas histórias judaicas também ajudaram no festejo.


Existem quatro anos novos no Judaísmo:

  • 1º de Nissan – ano novo para os Reis e Festas Bíblicas.
  • 1º de Elul – ano novo do dízimo dos animais.
  • 1º de Tishrei – ano novo para a contagem dos anos.
  • 15º de Shvat – ano novo das árvores.