Gaguez livre que trabalha em Part-time

“A gaguez corresponde a uma perturbação da fluência da fala… “

Mas afinal a outra é gaga ou não?

Independente da tipa ser ou não ser… , ela que, antes de ser Ser Humano, assume-se como a Castanha (negra) destas legislativas. Devo dizer que; esta campanha, a do Livre, é estrondosamente idiota, pois a pessoa não se vê pela sua cor (quem está a dizer isto é um homem branco, como me acusaram no Twitter).

Eu quero lá saber se X ou Y é negro, desde que tenha boas ideias, boa postura e que mostre trabalho o resto para mim são balelas. Uma pessoa que se intitula pela cor é racista!

Eu não preciso de dizer que mereço um cargo porque sou; branco, gay ou por ter os mamilos diferentes um do outro.

Nós, pessoas, mostramos o nosso trabalho pelo nossos feitos!


Simplificando; a candidata do Livre agarra-se à cor de forma positiva. Por outro lado, um branco tenta limitar a minha liberdade de expressão, no Twitter, dando assim a forma negativa.

Este partido, o Livre, que nunca receberá o meu voto, é um partido bastante caricato.


Um outro bom momento, foi a contra resposta de um Twitte, feito por um rapaz que nos elucidou com três vídeos da; licenciada em História Moderna e Contemporânea, mestrada em Estudos do Desenvolvimento e doutorada em Estudos Africanos… onde Joacine Katar Moreira tem várias patologias de gaguez (ou na verdade a sua expressão na fala depende mesmo dos seus dias versus predisposições). Sendo que, no debate ocorrido ontem (30/09/2019) na RTP, a gaguez de Joacine Katar Moreira obteve um défice bastante superior ao visto noutros videos.

Deixe uma resposta