Dark Light

Foi mesmo agora, que acabei por fazer uma das coisas que me prometi assim que conclui este Yom Kippur que passou. Devo dizer que sinto o coração um pouco mais leve, pois era algo que me corroía por dentro.

Já vai a caminho dos três anos que estava de relações cortadas com a minha ex melhor amiga Débora. Acabei por me afastar dela por culpa de duas situações: da minha irmã, e por causa de um tipo, acabámos por cortar relações sem qualquer precedentes.

Hoje, ia eu mais o Nés ao Aldi (supermercado que gosto tanto) comprar fruta para ter cá em casa, quando a Débora e a sua mãe aproximam-se da fila. Fiz questão em cumprimentar e deixar-me levar pela voz do coração.

-Tu também estás boa? Tenho saudades tuas …

Com isto não estou a espera em voltar a ter a mesma amizade que queria, pois não deixei de viver o que senti e muito menos sei que não posso voltar a confiar, pois ela é bastante amiga do tal parvalhão que nos fez separar.

… em relação ao perdoar:

Sentia no coração que tinha de fazer isto. Já tinha pensado em como abordar. Inclusivamente até falei com o Simões (o nosso amigo em comum)… acabou por ser o passo que tinha que dar, o perdoar e arrumar mais um assunto que devia de ter sido arrumado em atrasado.

Acabei por dar um passo positivo na minha caminhada e, em relação à caminhada, ainda tenho muito que seguir, mas já é positivo onde estou agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts