A maldição de nascer em Portugal | Gerson Ingrês

by gersoningres
2 anos ago
131 Views

Até podia ser um título de um filme ou de uma das minhas histórias, mas não é!

Todas as pessoas… ou algumas delas, talvez aquelas que lidam melhor comigo, essas sabem que eu odeio profundamente ser Português. Sempre tive um sonho de querer sair do país, mas falta-me a coragem (o medo que sinto ainda é devastador). Com culminar dos últimos acontecimentos o sonho intensificou-se.

Portugal não tem tudo mau... tem aquela filosofia de povo coitadinho, saudosista no seu passado, comodista como mais nenhum o é, que vive à custa dos outros povos e prefere viver encostado nos subsídios, praguejando sobre a sua vida maldita.

O país é bom de mais para a maneira de estar dos Portugueses. Estamos a falar de um país rico em matéria natural, para além da língua que é também pesada de mais para as costas deste povo.

Lisboa é uma capital fantástica, mas com falta de norte. Já do Norte, aprendi a ver um povo um pouco mais trabalhador, lutador e empenhado em querer mudar.

Já desde o tempo que trabalha na Xerox Portugal, dizia que: só serei feliz quando morrer… pois será nesse dia que deixarei finalmente de ser Português.

Sim… peço desculpa a todos, mas estou a falar de mim e para a minha vida isto faz sentido: *Nasci no país errado, mas rapidamente alistava-me no exercito de Israel do que no Português. Sinto uma crescente desilusão por Portugal. Ao nível de trabalho, a filosofia dos patrões, ao nível politico, filosófico e cultural.

Gostava de sair, tenho mesmo o sonho de sair desta terra e não voltar mais. Para mim, esta é uma maldição e o meu objectivo é dar a volta a essa curse.

Etiquetas:

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.