Natal; o que me aporrinha

A celebração é o nascimento do Jesus!? … a mim parece-me que estamos a celebrar as compras, a festa do pinheiro enfeitado, o Pai Natal da coca-cola e o festejo do solstício de inverno…

Começo a ver, ao passar dos tempos, que o Natal não passa por ser um despesismo e um gastar de dinheiro para terceiros. A ideia que supostamente devia ser a da base, deixa de o ser e passamos a olhar para o tema com outros olhos.

A quadra torna as pessoas hipócritas: grande parte dizem-se solidarias, quando estão 11 meses a marimbar para a palavra.

Comprar prendas e oferecer; não faz de nós mais bondosos ou menos que uma outra pessoa. O despesismo e o desvalorização das coisas afecta toda a quadra (e sinto que a tendência tende a ser pior). Não gosto da ideia do consumismo desenfreado, aquando o Natal devia de ter outra celebração.


A lógica o menino Jesus:

Quem faz anos já nasceu há mais de dois mil anos, logo porque é que somos nós a receber presentes? Chateia-me o facto de:

 "se no natal não se desse presentes, 
maior parte das pessoas não o festejavam"

Cada vez mais acho o natal uma quadra hipócrita, onde a base está na celebração do solstício de inverno e em outros assuntos da mitologia pagã.