Relações; as que são mais duradouras

Vivemos numa sociedade egoísta e egocêntrica, onde a dualidade se transforma em individualidade.


Cresci, ao longo da minha vida, com a ideia de que: os opostos atraem-se. Perante tudo o que vivi e tudo o que passei, descobri que na realidade as coisas não são bem assim…

Ao longo dos tempos tenho tido relacionamentos longos. Sinto-me orgulhoso nisso, até à data nunca soube que me tenham enganado e sempre me atraiu a pessoa oposta.

Hoje li um artigo: “Quatro coisas que acontecem aos casais que estão juntos há muito tempo“, que vai de encontro aquilo que tenho vivido.


A durabilidade de uma relação existe quando há sinceridade e verdade. Quando o casal se comporta e compromete a construir algo, lutando constantemente e passando por todos os atritos. Para mim um casal vai bem quando tem certos comportamentos como: uma linguagem própria, uma troca de olhares pessoal ou começam a soar da mesma forma.

Amor – palavra com dois ditongos (A – mor) e mostra a dualidade numa só palavra.