Dark Light

Um filme que vale sempre a pena rever mais que uma vez!


Only Lovers Left Alive

Estreado em 2013 e realizado por Jim Jarmusch. Um argumento de Jim Jarmusch e adaptação de Marion Bessay.

Only Lovers Left Alive, título original, é um filme com 2 horas e 3 minutos e recomendado a maiores de 14 anos.

Segue um género que mistura o Drama, com uma pitada de comédia e fantasia.


Assim que retornei do Porto e subscrevi o cartão Medeia, este foi o primeiro filme que eu vi… e desde que o vi, nunca mais o esqueci.

Acerca do filme

Sem falar muito do filme, ou contar um pouco da sua história, posso dizer que assim que ele começa entramos num mundo completamente estranho e fora daquilo que estamos à espera. Neste filme, dou-lhe 8 pontos numa escala de Zero a dez. Entramos na narrativa como se fossemos um disco de vinil e uma agulha estivesse-nos a ler na grafonola.

A avaliação que faço é sobre a qualidade da realização, produção e fotografia. As cores dos planos e a captação de som. Inúmeros instrumentos técnicos que foram bem trabalhados e produzidos. O argumento, transmite-nos aquilo que a vida é; um drama que está latente em todas as espécies sejam elas humanas ou sobrenaturais.

Sublinho a ideia do sangue ser uma espécie de droga, da ao conteúdo originalidade perante o tema já bastante esmiuçado. A escolha do elenco é uma das grandes vantagens para que o filme siga a bom porto. O facto de haver mais línguas no filme dá-lhe ainda mais credibilidade apesar de, a meu ver, ganha mais um pontos a nível cultural e artístico.

“Um músico deprimido reúne-se com sua amante. Todavia, e além de todo o seu romance já ter uma duração secular, ele acaba por ser interrompido pela chegada da sua incontrolável irmã mais nova.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts